Fazenda Bela Vista - 250 Gramas

carregando preços
 

Descrição Geral

Ficha Técnica e Sensorial do Café 

 

REGIÃO: Sul de Minas

VARIEDADE: Catuaí Amarelo

ALTITUDE: 829m

PROCESSO: Natural

TORRA: Média

PONTUAÇÃO SCA: 84 pontos

SENSORIAL: Chocolate, Castanhas e Pão de Mel

 

História da Fazenda 

 

Em 1960, Maria dos Anjos Alvarenga Costa (mais conhecida como Dona Nega) e seu marido, Casciano Tomaz de Oliveira, começaram a cultivar café com os filhos na fazenda Bella Vista, próxima à fazenda Katiti, na cidade de Ilicinia, no sul do estado de  Minas Gerais. 

 

Na hora de secar o café, sua mãe Maria dos Anjos preparava o terreno para secar o café, enquanto o pai ia fazer a colheita, a mãe então varria todo o chão, colhia os grãos, colocava para secar, depois os esmagava no pilão e depois os torrava para a venda do café em grão

 

Os anos foram passando e Suely mudou-se do campo para a cidade, também na cidade de Ilicínea, onde conheceu o marido Lázaro Cândido Vilela (conhecido por todos como Zizico).

 

 Em 1980, o casal começou a plantar café na fazenda que tinha, próximo ao povoado de Capoeirinha no município de Guapé, próximo a Ilicínea.

 

A filha do casal Lidiane de Oliveira Vilela, médica e cafeicultora, residente na cidade de Varginha, no sul de Minas Gerais, adquiriu o mesmo entusiasmo e amor de seus pais e avós pela cafeicultura. 

 

 

Lidiane conta que inicialmente não seguiu a tradição familiar de plantar café e se mudou para Belo Horizonte, onde estudou medicina.

 

Ainda em Belo Horizonte, conheceu seu marido Daniel Lessa Akerman, de uma família Montes-clarense e Belorizontina, que também se formou para médico.

 

Depois de já formada e trabalhando, com incentivo do seu marido Daniel, resolveram retomar a produção de café com apoio de sua mãe Suely e de seu sogro Jacques, que é psicanalista em Belo Horizonte, fizeram então uma parceria em 2017, e então começaram a replantar a lavoura justamente na mesma terra onde Lidiane teve o seu  primeiro contato com café quando criança, uma feliz e oportuna coincidência.

 

A família atualmente está com uma lavoura de 3 anos, e com muita satisfação e alegria criaram a sua própria marca de café chamada “Café dos Anjos”, o nome escolhido foi uma homenagem a avó materna de Lidiane, Maria dos Anjos.

 

 
 

Nossos microlotes

 

Descubra novos aromas e sabores possíveis

 

    Partilhamos os nossos melhores cafés, os que aqui servimos nas ocasiões mais especiais, para que o possa servir lá nas ocasiões mais especiais, anos de dedicação a uma cultura que nos inspira, um gesto de carinho e gratidão a si, que nos move Estes são os nossos microlotes, a síntese de todo o nosso trabalho  

 

 

 

 

Esta bebida especial e de uma finalização agradável, é produzida em uma lavoura de Mundo Verde e Catuaí Amarelo, ao qual encontramos no Sítio Bela Vista, localizado no Sul de Minas Gerais.

 

A terra onde é feito o Café dos Anjos, que é conhecido por ter uma intensa caramelização dos açúcares, é propícia para a sua produção, fazendo com que os grãos diminuam os óleos essenciais e sua acidez intensa.

 

O Café dos Anjos também é conhecido por ser 100% arábica e além das notas achocolatadas, acompanhadas de castanhas e pão de mel, tem um corpo intenso e uma acidez cítrica, resultando em grãos de Torra Média com aromas e sabores deliciosos.

 

Café ideal para ser consumido 15 dias após a torra, uma vez estabilizado.  

 

 

 

 

Prepare-se, consumir cafés especiais é uma jornada sem volta, não que fique chato, mas a partir do momento que você provar o café de verdade, aquele café preto, forte, amargo e cheio de açúcar será desagradável.

 

Porque os preços são tão altos?

       Normalmente as pessoas que nunca tiveram contato com cafés especiais têm a impressão de que nossos cafés são caros, enquanto as pessoas que têm contato com cafés especiais acham nossos cafés baratos. A impressão de valor está intimamente ligada à experiência da pessoa. De forma alguma podemos comparar nossos cafés com aqueles servidos gratuitamente em restaurantes. São produtos diferentes, sabe por quê?

 

Potencializamos os atributos do nosso café 

       Somos tão cuidadosos em toda a cadeia produtiva do café que não queremos esconder nada! Nossos cafés podem ser adquiridos em grão ou moído, para que você possa ver exatamente o que está consumindo, separamos artesanalmente.

 

Porque tomar um café bom?

      O café aumenta a produção de serotonina no seu corpo, sabe o que é? Ele é só um neurotransmissor que regula seu humor, sono, ritmo cardíaco, temperatura, sensibilidade à dor, saúde óssea, melhora seu desempenho sexual e ainda está ligado às nossas funções intelectuais. E por termos uma torra branda dos grãos preservamos a maior parte dos óleos essenciais e nutrientes do café, otimizando muito mais esses benefícios

 

 

 

 

A torra média, como o próprio nome já pode indicar, busca o equilíbrio das características do café, podendo ser um meio-termo entre a torra clara e a escura.

 

Neste caso,são tonalidades diferentes que vão do marrom ao vermelho.

Há uma intensa caramelização dos açúcares e a decomposição dos ácidos naturais, diminuindo os óleos essenciais do grão.

 

Dessa forma, o café fica mais encorpado, com sabor aveludado, menos ácido, rústico e mais intenso, prolongando o sabor na boca. Essa torra é perfeita para um café coado em filtro de papel ou coador de pano.

 

 

 

 

 

Evite a interferência do sabor do papel

Sendo engomado e branco, o filtro de papel recebe alguns produtos químicos, então lave-o com água quente e despeje tudo na pia antes de colocar o café. Não tenha medo de desperdiçar água e lave bem o papel, ok?

 

Não é necessário ferver a água

A temperatura ideal da água para o preparo do café é em torno de 90ºC. Além disso, a água acaba dissolvendo algumas substâncias que vão deixar seu café amargo ou dar aquele sabor azedo indesejado. É fácil saber quando desligar o fogo, quando as primeiras bolhas de ebulição aparecerem no fundo da chaleira, a água estará na temperatura ideal!

 

Tente moer o café imediatamente

O café moído na hora tem muito mais sabor! Porque enquanto está em grãos, ele armazena melhor os óleos essenciais e os aromas, que começarão a se perder no momento em que for triturado. Para começar, deve moer seu café em um liquidificador ou mixer, mas tenho certeza que você vai querer comprar um moedor.

 

 

 

Use medidas e proporções

Claro que você não precisa de uma super balança com 40 funções para fazer seu café, mas se você quer preparar receitas incríveis e tirar o máximo proveito do seu equipamento, pesar o pó e medir a quantidade de água que você usa é essencial. Uma medida de 10 gramas de café por 120 ml de água é uma excelente proporção para saborear o café, mas sinta-se à vontade para experimentar diferentes proporções.

 

 

 

        

        O mais importante: manter os grãos ou o pó dentro da embalagem original foi pensado e desenvolvido para proteger esse precioso café. Ah, mas é importante que fique bem fechado, ok?

 

 Escolha com cuidado um local só para ele 

Mantenha a embalagem do café longe do sol e da umidade - essas coisas são verdadeiros venenos para a qualidade do café. É melhor mantê-lo longe de armários com alimentos ou produtos com cheiro forte.

 

 Você não vai colocar café na geladeira! 

Você já ouviu falar que uma porção de pó de café em um pote dentro da geladeira é capaz de reduzir quaisquer odores desagradáveis? A explicação é que o café absorve todos os aromas próximos a ele, e se você não quiser tomar um café com o perfil sensorial de “tudo que tem na sua geladeira”, é melhor deixar a embalagem do lado de fora.

 








 

Detalhes

Marca: Fazenda Bela Vista Disponibilidade: Imediata